RN AQUI

- A MAIOR FONTE DE INFORMAÇÕES ANTIGAS E CONTEMPORÂNEAS DO RN, COM 68 BLOGS E MAIS DE 4 MIL LINKS. STPM JOTA MARIA, KELLY, JOTAEMESHON, JULLYETTH,JOTA JÚNIOR, JÚLIA MELISSA E JOTA NETO– MOSSORÓ-RN

SEGUIDORES DO BLOG PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PESSOAS ONLINE

QUEM SOU EU

Minha foto
O POUCO COM DEUS É MUITO E O MUITO SEM DEUS É POUCO

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS
COM 66 BLOGS E MAIS DE 4 MIL LINKS - STPM JOTA MARIA - MOSSORÓ-RN

BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

terça-feira, 18 de agosto de 2015

ALUNO DE MOSSORÓ VENCE COMPETIÇÃO E VIRA MELHOR SOLDADOR DO MUNDO

Aluno do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) de Mossoró, Jackielyson André Ferreira Alves, 20, ganhou medalha de ouro em soldagem na competição mundial de educação profissional – a Worldskills Competition, se tornando o melhor profissional do mundo na modalidade. A competição foi encerrada no último domingo (16), no Ginásio do Ibirapuera, em São Paulo.
Para conquistar a vaga e representar o Brasil na WorldSkills, Jackielyson passou por uma seletiva até ser escolhido para integrar o grupo de alunos Top One de várias unidades do Senai pelo país - o melhor de cada categoria. Nos treinos, participou da Olimpíada do Conhecimento, em 2014, e também foi para os Estados Unidos para um simulado de soldagem com competidores de outros países. Uma de suas metas e um sonho é ser instrutor do Senai.
"Sinto-me um privilegiado e quero retribuir, repassando a outros todo o aprendizado que tive", afirma Jackielyson, que esteve tranquilo e confiante durante toda a competição. Casado e pai de um menino de três anos, ele conta que o mais difícil foi vencer a saudade de casa, da família.
O CAMPEÃO
Natural de Mossoró, Jackielyson nasceu em 1994. Entre 2011 e 2012 fez o curso de Soldagem Multiprocessada e está cursando o de Técnico em Metalurgia no Senaicet Ítalo Bologna. Ele treinou duro por dois anos e seis meses para garantir a medalha e, no palco, comemorou muito. A emoção também tomou conta da delegação do Senai-RN que acompanhou o atleta.

O desafio era completar quatro módulos, que incluem a montagem e soldagem de estruturas de aço carbônico, alumínio e inox. São 4 horas para os primeiros e segundos módulos, que são chamados Corpos de Prova (o competidor solda peças separadas) e uma hora para completar o chamado Vaso de Pressão (estruturas de aço).
FONTE - O MOSSOROENSE

DESEMBARGADOR MARCELO NAVARRO RIBEIRO DANTAS

17/08/2015 - O desembargador federal Marcelo Navarro Ribeiro Dantas foi nomeado pela Presidente Dilma Rousseff  para ser Ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Marcelo integrava uma lista tríplice juntamente com os magistrados Joel Ilan Paciornik e Fernando Quadros da Silva, ambos do TRF da 4ª Região.
PERFIL

Desembargador Federal MARCELO NAVARRO RIBEIRO DANTAS, natural de Natal, nascido em 1963,filho de MÚCIO VILAR RIBEIRO DANTAS e de CLEIDE RIBEIRO DANTAS, (falecida em 25 de agosto de 2014).  foi procurador da República antes de chegar a desembargador federal do TRF5, em dezembro de 2003, na vaga destinada ao Ministério Público Federal (MPF). Dedicou mais de 12 anos à carreira de procurador da República no Rio Grande do Norte, entre fevereiro de 1991 a dezembro de 2003. Graduado em Direito pela UFRN, Navarro tem mestrado e doutorado em Direito pela PUC/SP. No magistério, é professor dos cursos de graduação e pós-graduação em Direito, respectivamente, da UFRN e Uni-RN. 
 
O desembargador é, ainda, autor dos livros “Apontamentos sobre Mandado de Segurança” (Cia. Editora do Estado do Rio Grande do Norte, 1984), “Reclamação Constitucional no Direito Brasileiro” (Sergio Antonio Fabris Editor, Porto Alegre, 2000), “Mandado de Segurança Coletivo – Legitimação Ativa” (Ed. Saraiva, São Paulo, 2000), “Significado do 30 de Setembro” (Coleção Mossoroense, Mossoró, 2001) e “Princípio do Promotor Natural” (Jus Podium, Salvador, 2004), além de vários artigos, publicados em revistas especializadas e coletâneas ou capítulos de obras coletivas. FONTE: INTERNET

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

HERÁCLIO VILLAR

Nascido na cidade do Ceará-Mirim, no engenho Cana Brava, aos 23 de novembro de 1893, era filho do casal Joaquina Pereira Mendonça de Araújo Vilar e José Ribeiro Dantas.

Iniciou seus estudos em sua cidade natal, depois passando para o Colégio Santa Luzia, em Mossoró, de onde saiu e matriculou-se na Faculdade de Direito do Recife, colando grau na turma de 1912. Ainda durante o 4 ano de faculdade, Heráclio perdeu seu pai e passou a chefe de uma família com cinco irmãos, o que conseguiu escrevendo para jornais de Natal.

Foi Juiz Distrital de Touros/RN, de 1914-16 nomeado pelo governador Alberto Maranhão.

Delegado da 3ª Zona (Região do Seridó), uma das quatro em que o governador Joaquim Ferreira Chaves dividiu o RN objetivando combater o cangaço. Nomeado por ato de 31-12-1914.

Oficial de gabinete do governador Joaquim Ferreira Chaves, por ato de 13-07-1917.

1º Oficial de secretaria do governo do estado, nomeado por Joaquim Ferreira Chaves. Exerceu de 21-03-1918 a 05-04-1920.

Delegado geral do recenseamento no RN, em 1920.

Chefe da seção de estatística da secretaria de estado em 18-01-1923 no governo Antônio José de Mello e Souza.

Redator do jornal A República de 09-01-1925 a 31-12-1927 no governo José Augusto Bezerra de Medeiros.

Membro e 1º Presidente do Conselho Penitenciário do Estado, criado pelo decreto 281, de 13-11-1925 e instalado no dia 15-04-1926 no governo José Augusto Bezerra de Medeiros.

Seu último cargo público foi fiscal de bancos, nomeado pelo governo federal aos 12-06-1931.

Destaca-se ainda o pioneirismo de Heráclio Vilar Ribeiro Dantas na fundação das Cooperativas Rurais de Ceará-Mirim e São José de Mipibú. Confiou-lhe o Bispo Dom José Pereira Alves a presidência da Comissão Central do Cooperativismo.

Casou no dia 29 de setembro de 1915 com Maria Elisa Vilar de Mello, nascida a 08 de junho de 1896 e falecida aos 23 de fevereiro de 1983, filha de Rita de Cássia de Araújo Vilar e José Hemetério Fernandes de Mello.

O casal gerou os seguintes filhos: Alcindo Vilar Ribeiro Dantas, Alcindo Vilar Ribeiro Dantas II, Tereza de Jesus Vilar Ribeiro Dantas, Afrânio Vilar Ribeiro Dantas, Eurídice Vilar Ribeiro Dantas, Ruth Vilar Ribeiro Dantas, Elizabete Vilar Ribeiro Dantas, João Vilar Ribeiro Dantas, José Heráclio Vilar Ribeiro Dantas.


Na cidade de Macaíba/RN o então prefeito nomeado Estevam Alves Dantas de Araújo homenageou o ilustre jurista designando Rua Dr. Heráclio Villar uma artéria que hoje é das mais importantes na cidade. Infelizmente, a grafia do nome do patrono encontra-se errada, assim como outras na cidade. Ao invés de Heráclio tem-se Heráclito Vilar.
FONTE - HISTÓRIA E GENEALOGIA

quinta-feira, 6 de agosto de 2015

RECEITA FEDERAL

INSPETORIA DA RECEITA FEDERAL, EM AREIA BRANCA, NA RUA CORONEL SOLON
 DELEGACIA DA RECEITA FEDERAL, ALBERTO MARANHÃO, MOSSORÓ
AREIA BRANCA, RN

domingo, 2 de agosto de 2015

HISTÓRIA VIVA – RAIMUNDINHO DO MISTO COMPLETA 53 ANOS FAZENDO A LINHA LIMOEIRO-MOSSORÓ

MOTORISTA MAIS VETERANO DA CIDADE, FOI O PRIMEIRO A FAZER A LINHA LIMOEIRO-TABULEIRO-MOSSORÓ, NO LONGÍNQUO ANO DE 1962. DE LÁ PARA CÁ, MUITAS HISTÓRIAS ENVOLVENDO O CAMINHÃO – ATÉ UM PARTO FOI FEITO
Aos 86 anos, Raimundo de Freitas Nunes, mais conhecido pelo apelido de Raimundinho do Misto, acorda às 2h30 da manhã, de segunda a sábado para… trabalhar.
Motorista mais veterano da cidade, foi o primeiro a fazer a linha Limoeiro-Tabuleiro-Mossoró, no longínquo ano de 1962. Naquele 1o de agosto, Raimundinho não imaginava que a estrada cheia de buracos, ainda no barro, seria melhorada e a viagem também.
Em visita à GAZETA DO OESTE, o folclórico motorista – a carteira está em dia, ele diz logo, ao falar sobre sua profissão – se orgulha de fazer parte de um tempo em que o transporte de passageiros era feito de forma mais humana e que as pessoas “se respeitavam mais”.
“Fui o primeiro motorista dessa linha. Minha empresa chegou a ter sete ônibus. Devido à concorrência e outros fatores, como padrão de veículos instituído pela Federal, não posso circular com passageiros no misto”, fala, saudoso, o ancião de 86 anos, que ainda dirige – “eles colocaram minha carteira para categoria B”, fala, sorrindo e comentando que se sente feliz por ter ajudado a tantas pessoas, durante todos esses anos.
“Mesmo que meu motorista falte, eu trabalho. Todos os dias estamos na ativa. Creio que sou o mais antigo do ramo”, revela Raimundinho, abrindo um sorriso sereno e destacando o papel fundamental da família em todo esse processo.
“Tenho sete filhos, todos pessoas boas!”, salienta, e sorri quando é questionado pela reportagem sobre a quantidade, mais uma vez. “Querem me testar? Sempre fui casado com uma só mulher e só tenho esses sete”, fala, soltando um sorriso largo, sorriso do bom cearense que recebeu, há alguns anos, o título de cidadão da terra de Santa Luzia.
Uma vida, uma história
Viagens que duravam de três a quatro dias, dentro de atoleiros enormes, sem perspectiva de chegada, eram comuns na via hoje praticamente asfaltada, em toda sua extensão. “Uma vez eu saí de Limoeiro na segunda-feira e cheguei a Mossoró somente na quarta. Foi uma coisa absurda essa viagem: fome, sede, tudo apareceu. Cheguei cansadíssimo, mas era meu papel”, destaca, explicando que durante todos esses anos deu “muita carona a trabalhadores que iam para outras cidades à procura de trabalho honesto”.
“Uma vez cheguei a dar carona para 11 deles, que iam à procura de emprego”, explica, saudoso do tempo em que o misto lhe dava dinheiro. “Hoje, estou com os dois mistos em Limoeiro. Alugo-os para eventos, mas não posso transportar passageiros em BRs. Aqueles dois me deram muito dinheiro. Tenho amor por eles!”, frisa.
Entre as histórias que guarda das inúmeras viagens que fez, uma chama a atenção pela peculiaridade: um parto em plena BR. “Naquele ano, eu transportava uma senhora grávida. Em determinada altura da BR, ela começou a sentir as dores do parto. Encostei o misto, olhei para um lado e outro. Não tinha como prosseguir e, na marra mesmo, sem saber de nada sobre o assunto, fiz aquele parto no meio do nada, na estrada. Logo depois, ela teve de voltar para o Ceará a fim de procurar ajuda de um especialista. Soube, muitos anos depois, que sua filha goza de boa saúde, mora em São Paulo e vive bem. Fui médico por um dia!”, comenta, brincando com um pequeno bordão momentâneo: “Sou o rei dessa lotação Limoeiro-Mossoró!”, finaliza o pequeno homem, bravo motorista de um misto que, até pouco tempo, transportava  sonhos e esperanças por dias melhores.
FONTE - GAZETA DO OESTE

sábado, 1 de agosto de 2015

DEPUTADO ESTADUAL CARLOS AUGUSTO MAIA FOI CONDUZIDO A DPC DE CAICÓ

O deputado estadual Carlos Augusto Maia foi conduzido para a delegacia de Polícia Civil de Caicó, na manhã de hoje (01/08/2015). O veículo em que o parlamentar estava como passageiro foi parado numa blitz da Polícia Rodoviária Federal, mas ele não permitiu que o condutor fizesse o bafômetro.
Carlos Augusto e os policiais rodoviários federais iniciaram uma discussão que foi parar na delegacia da Polícia Civil, já que o deputado teria supostamente desacatado os homens da PRF. O delegado regional, Helder Carvalhal, realizou os procedimentos legais e encaminhou ao Ministério Público Federal e Justiça Federal, já que a imunidade parlamentar não permite a detenção de Carlos Augusto.
FONTE - BLOG JUSCELINO FRANÇA

TV TERRAS POTIGUARES NEWS

TV TERRAS POTIGUARES NEWS
MOSSORÓ-RN

WHAKYSHON INFORMÁTICA

WHAKYSHON INFORMÁTICA

CAMARAS

CENTROS

CASAS DE CULTURA

MEDALHAS

CINEMA, MEMORIAL, MUSEU E TEATRO E OUTROS

BIBLIOTECAS

HOSPITAIS

PARÓQUIAS

CAPELAS

MÚSICA